Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Carreiras


Você sabe fazer um artigo acadêmico? Descubra como, agora mesmo!

Você sabe como escrever um artigo científico? Sabe quais regras devem ser cumpridas para que ele seja validado no meio acadêmico? Ainda tem dúvidas sobre os métodos de produção? Não se preocupe, nós ensinamos o que todo artigo científico deve conter, para ser uma ótima produção acadêmica.
Por: Caroline Melo 07/11/2016 - 10:57 - Atualizado em: 08/11/2016 - 18:54
Imagem: Shutterstock
Artigos científicos devem obedecer as regras da ABNT
Artigos. A vida de todo aluno de curso superior vai em algum momento esbarrar neles, seja a fim de apenas estudar ou para escrevê-los como parte final de uma disciplina. Então, para começo de conversa, é preciso entender que um artigo é um trabalho acadêmico científico cujo resultado serve de instrumento para expor uma pesquisa. Funciona, afinal, como uma espécie de relatório do que foi estudado pelo autor ou autora, seja ele um artigo de revisão bibliográfica (que analisa e revisa a produção de outra pessoa) ou de estudo de caso. Escrevê-lo depende de um processo que depende de toda a sua produção desde o comecinho da pesquisa. 
 
 
Depois de ler, embasar seus estudos, coletar e analisar o corpus (ou o material que será objeto da pesquisa), está na hora de escrever. "Existe uma normatização específica da ABNT para definir os critérios de produção  dos artigos. Eles não são criados pelos critérios individuais do aluno" já avisa Raquel Rodrigues, professora de comunicação da UNINASSAU e Doutoranda da área pela Universidade de Coimbra. Essas normas, que devem ser respeitadas na escrita do texto, se encontram sob a indicação NBR6022 (2003) da ABNT. Lá estão descritas as regras de produção de forma e conteúdo.
 
O que há num artigo?
 
Alguns elementos são encontrados em todos os artigos. Estes são divididos entre:
 
Elementos pré-textuais: São as partes que antecedem o texto e contém informações que nos ajudam a identificar o trabalho. Estão nessa seção o título, autoria do trabalho e identificação de autores, resumo e palavras-chave. 
 
Elementos textuais: É onde a pesquisa em si é completamente exposta. Aqui, temos introdução, desenvolvimento e conclusão.
 
Elementos pós-textuais: Essa seção é responsável pela complementação do trabalho. São parte dela as referências bibliográficas e outras partes que variam de acordo com a necessidade como título, subtítulo, resumo (abstract) e palavras-chave em língua estrangeira, notas explicativas, glossário, anexos e apêndices. 
 
O que escrever e o que não fazer?
 
A professora Raquel Dias dá a dica mais séria de todas: nunca deixa de fazer as referências de citações. "Deixar de identificar as autorias das citações pode incorrer em plágio", esclarece. Ainda segundo a professora, isso seria recriminável tanto pela ética acadêmica e científica como pelo aspecto legal. Outra coisa que não deve ser esquecida em relação às citações é o bom senso: encontre um equilíbrio na hora de replicar durante o texto. Elas devem ser usadas apenas para certificar o leitor de que seu texto tem embasamento suficiente e que suas afirmações não vêm só de uma "inspiração divina". 
 
Outro erro que se deve evitar de toda forma é deixar de relatar exatamente como você chegou a essas conclusões. O trabalho não pode parecer que foi completamente empírico, ou seja: certifique-se de identificar corretamente a metodologia que foi utilizada na pesquisa e as referências bibliográficas. 
 
Sobre a utilização de elementos visuais, a professora explica que, se as adições ao texto são necessárias para que as informações sejam melhor entendidas, a utilização é livre. "Quem vai definir o uso de figuras, ilustrações, gráficos e tabelas de pesquisa é o estudo que você está desenvolvendo", diz. Só tenha cuidado para que esses elementos não acabem repetindo informações previamente expostas no texto, tornando-as redundantes (e, por isso, sem utilidade). 
 
Para todos os efeitos, a qualidade do seu artigo depende de uma boa pesquisa e de uma boa revisão. Você e seu orientador devem procurar fazer com que o texto seja claro, direto e conciso. Depois disso, é válido a busca de revistas científicas, e periódicos reconhecidamente qualificados para tentar publicar o seu artigo. Este pode ser um pontapé incial de uma produção acadêmica de sucesso!
 

Comentários