Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Violência contra crianças na quarentena? Saiba como denunciar sem sair de casa

Durante o isolamento social, o número de casos de agressão aumentou. Apesar disso, as notificações caíram
Por: Elaine Guimarães 04/06/2020 - 11:44

As medidas de isolamento social, adotadas por Estados e cidades brasileiras, aumentaram a permanência das famílias em casa. Nesse novo contexto social, o número de casos de violência doméstica cresceu, mulheres, crianças e adolescentes se tornaram ainda mais vulneráveis.

O levantamento realizado e divulgado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos aponta que 58% das agressões são praticadas por pais e mães. Os números também indicam que a maioria das vítimas é menina. Mesmo assim, segundo o órgão federal, a quantidade de notificações caiu durante a quarentena.

Várias são as formas de relatar casos de agressão, mesmo em tempos de pandemia. As denúncias podem ser anônimas e realizadas sem sair de casa. Confira os canais especializados e saiba como ajudar crianças vítimas de violência doméstica.

Disque 100

Ligado ao Governo Federal, o canal funciona, via telefone, 24 horas. O Disque 100 recebe, encaminha e monitora denúncias de violação de direitos humanos e garante o anonimato do denunciante.

Projeta Brasil

O aplicativo gratuito é mantido pelo Governo Federal e recebe denúncias de várias partes do país. Além disso, o Projeta Brasil disponibiliza o contato de instituições especializadas no combate à violência contra crianças e adolescentes.

190

Em ligação gratuita, o denunciante, sem a necessária identificação, pode entrar em contato com a polícia militar que agirá em caráter de urgência.

Conselho Tutelar

Mesmo em tempos de isolamento social, os conselhos tutelares estão funcionando, no entanto, em horários diferenciados. A acusação pode ser feita de forma presencial ou por telefone. 

 

Comentários