Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Resposabilidade Social


UNINASSAU é reconhecida como empresa inclusiva em Teresina

A homenagem acontece no próximo dia 22, no auditório da ADUFPI
Assessoria de Comunicação Por: Ana Denise Vieira 16/05/2019 - 16:02
Imagem mostra fachada da UNINASSAU Teresina
Faculdade será homenageada
A Faculdade UNINASSAU Teresina será homenageada como empresa inclusiva durante o I Fórum de Geração de Trabalho e Renda da Saúde Mental de Teresina, realizado no próximo dia 22 de maio. O evento é promovido pela Gerência de Saúde Mental, juntamente com o Grupo de Geração de trabalho da Prefeitura Municipal de Teresina e acontece no auditório da Associação dos docentes da Universidade Federal do Piauí (ADUFPI), a partir das 8h da manhã.
 
Para a diretora da UNINASSAU Teresina, Roselane Moita Pierot, a homenagem é o reconhecimento de um trabalho realizado em prol da inclusão das pessoas com deficiências, sejam elas físicas ou não, no mercado de trabalho. "Nos sentimos muito horados com esta homenagem. Acreditamos que a inclusão social pelo trabalho é um poderoso instrumento de positivação da identidade das pessoas acometidas pelos transtornos mentais, na medida em que contribui para a redução da estigmatização social, infelizmente, tão presente na nossa sociedade", destaca.
 
De acordo com a Analista em Recursos Humanos da Instituição, Taís Boiba, a empresa tem como objetivo fundamental não apenas empregar as pessoas com deficiências, mas também devolver através da oportunidade de trabalho o respeito e a dignidade que é de direito de qualquer ser humano.  
 
“Atualmente, a Faculdade UNINASSAU Teresina conta com 8 (oito) PCDs, dentre eles pessoas com Deficiência Física e Transtorno Psicológico. Nessa perspectiva, buscamos, como empresa, ressaltar o nosso papel de responsabilidade social de incluí-las no mercado de trabalho, visualizando suas competências e habilidades de forma igualitária, com esta percepção minimizaremos o preconceito que ainda existe de forma velada em algumas instituições”, explicou.
 

Comentários