Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


UNINASSAU e OAB Juazeiro realizam projeto Escritório Padrinho

Projeto vai ofertar oportunidades de estágio em escritórios da região. Serão contemplados os três estudantes mais bem colocados em seleção
Assessoria de comunicação Por: 26/04/2021 - 14:39 - Atualizado em: 27/04/2021 - 09:00
Por Henrique Almeida.
 
A UNINASSAU Petrolina, em parceria com o Conselho Consultivo da Jovem Advocacia da Ordem dos Advogados (OAB-BA), Subsecção de Juazeiro – BA, realiza a 1ª edição do projeto Escritório Padrinho. A iniciativa consiste na oferta de vagas de estágio prático-profissional, em escritórios de advocacia da região. Participam da seleção os estudantes dos 4º e 5º períodos do curso de Direito da Instituição de Ensino Superior. 
 
O processo de seleção é composto por duas fases, uma com prova escrita e outra com teste oral.  A 1ª fase foi realizada no dia 22 de abril e a etapa final será na próxima sexta-feira (29). Os três melhores classificados ganharão a oportunidade de estágio. “Estamos felizes por essa parceria com a UNINASSAU, em um projeto tão importante para a capacitação dos estudantes de Direito. A OAB Juazeiro consegue intermediar a procura e oferta entre os alunos e escritórios interessados, contribuindo para o interesse da classe de forma geral, bem como acompanhar o aprendizado dos futuros advogados da região. Portanto, é uma honra ter a OAB contribuindo para o projeto”, afirmou o presidente da OAB-Subsecção de Juazeiro-BA, Rubnério Araújo Ferreira.   
 
A coordenadora do curso de Direito da UNINASSAU Petrolina, Mariane Moraes, enfatizou sobre a importância do projeto para a capacitação dos estudantes. Para ela, oportunidades de vivências práticas são essenciais durante a formação. “A inserção no mercado de trabalho é imprescindível para a modulação de profissional atualizado e capacitado. Experiências como essa possibilitam a ampliação de rede de contatos e o exercício dos conteúdos ministrados na academia com base em casos reais “, destaca Mariane.  
 
Durante a seleção desta primeira edição, os 20 concorrentes passam por avaliações que exigem domínio das matérias de Direito Constitucional, Direito Civil e Processual Civil e Direito Penal, Processual Penal, Direito Empresarial e português Jurídico. O resultado será divulgado no dia 30 de abril e o estágio prático-profissional será de atuação voluntária, durante o período de duas semanas.  

Comentários