Clicky

Selecione a cidade
0800 281 9999

Notícias › Educação


UNINASSAU discute prevenção ao suicídio

Programação em parceria com a PMPE inclui palestras no auditório Roque de Brito
Assessoria de Comunicação Por: Aline Pinho 12/09/2017 - 08:51
Imagem mostra logo da campanha do Setembro Amarelo
UNINASSAU promove uma série de ações gratuitas com o objetivo de educar a população sobre o tema
A UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, em parceria com a Polícia Militar, promove uma série de ações gratuitas com o objetivo de educar a população e reforçar a importância do Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre o suicídio. A inciativa, voltada para estudantes da Instituição e coorporação da PM, começa nesta terça-feira (12), das 9h às 11h, com a divulgação da campanha no Quartel do Derby, e segue até a próxima quinta-feira (14). 
 
Nesta terça, o evento contará com exibição de vídeo sobre a temática e distribuição de informativos. Na quarta-feira (13), as atividades começam às 8h30, no auditório Roque de Brito, com as boas-vindas do vice-reitor da UNINASSAU, Antônio Neto, e do comandante geral da PMPE, coronel Vanildo Maranhão. Já às 10h, os participantes poderão assistir à palestra sobre prevenção ao suicídio, que será ministrada pelo chefe do Gabinete de Psiquiatria da PMPE, Drº Jorge Marcelo. 
 
Na quinta-feira (14), também no auditório Roque de Brito, será realizada às 9h uma palestra com o tema "Como ajudar a pessoa com tendência suicida", proferida pelo professor da UNINASSAU e assistente social, Harim Brito. Às 10h, a psicóloga, Marta Batista, irá falar sobre "Abordagem psicológica".
 
Para a coordenadora da Clínica-Escola de Psicologia da UNINASSAU, Camile Gomes, é importante que o tema seja abordado junto à população. "Os números em relação ao suicídio e de tentativas no Brasil são alarmantes. Então precisamos esclarecer tabus e mitos acerca do tema para que as pessoas tenham conhecimento sobre prevenção e intervenção e ajudem aqueles que precisam”, afirma. 
 
Ao final do debate, os estudantes receberão certificado. 

Comentários