Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Resposabilidade Social


Ser Educacional recebe prêmio durante Seminário de Inclusão Social

A honraria foi concedida em reconhecimento aos projetos sociais executados pelo Grupo
Assessoria de Comunicação Por: 21/09/2017 - 16:28
Imagem mostra dois homens segurando uma placa
São cerca de 20 projetos realizados continuamente em mais de 10 estados do país
Por Ana Campos
 
O Grupo Ser Educacional recebeu, do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), o troféu "Engenharia Acessível" pela realização de projetos sociais que visam a inclusão de pessoas com deficiência na sociedade. A entrega do prêmio aconteceu durante a participação do Instituto Ser Educacional no Seminário Internacional de Acessibilidade e Inclusão, promovido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília. 
 
O convite para participar do evento foi decorrente da presença do Ser Educacional na 10ª Conferência dos Estados Partes da Convenção da Pessoa com Deficiência (PCD), realizada em Nova York, em junho deste ano. O objetivo do seminário internacional é viabilizar espaço de discussão acerca das diversas barreiras que comprometem o pleno exercício dos direitos das pessoas com deficiência. Os debates também pretendem potencializar a promoção da igualdade de oportunidades em relação às demais pessoas, com vistas à efetiva inclusão social.
 
De acordo com o diretor-presidente do grupo Ser Educacional, Jânyo Diniz, participar de seminários como estes é importante para o fortalecimento das ações sociais do Grupo. "Temos dezenas de projetos sociais que visam promover inclusão e desenvolvimento das comunidades nas quais estamos inseridos. É de extrema relevância para nós esse reconhecimento, pois assim sabemos que estamos executando um trabalho diferenciado e relevante", comenta.
 
O coordenador de Responsabilidade Social do Grupo, Sérgio Murillo, fez questão de enaltecer a parceria com o órgão federal. “O TCU é um órgão de controle importante para o cumprimento da Lei Brasileira de Inclusão (LBI) e tê-lo como parceiro é o reconhecimento do nosso trabalho”, comentou.
 
Atualmente, o Ser Educacional se destaca pelo trabalho realizado com o Bike sem Barreiras, Circo Social, Praia sem Barreiras, entre outros. São cerca de 20 projetos realizados continuamente em mais de 10 estados do país.
 
Jackson Follmann, goleiro da Chapecoense, conhece o projeto Bike sem Barreiras
 
Durante o Seminário Internacional de Acessibilidade e Inclusão foram apresentados alguns projetos de sucesso de inclusão social do Grupo Ser Educacional.  Entre eles, estava o Bike sem Barreiras, um programa da UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau e do Instituto Ser Educacional em parceria com outros órgãos, que acontece no Recife e oferece à pessoas com mobilidade reduzida ou deficiências físicas a oportunidade de um passeio de bicicleta com equipamentos adaptados.
 
O goleiro Jackson Follmann, da Chapecoense, que acompanhava o evento, fez questão de conhecer o projeto. Follmann foi um dos sobreviventes do trágico acidente aéreo que aconteceu com a equipe catarinense em novembro do ano passado e deixou mais de 70 mortos, na Colômbia.  O atleta, que perdeu parte de sua perna direita no desastre, e hoje, está completamente adaptado a uma prótese, conheceu não só o projeto Bike sem Barreiras, como também experimentou as bicicletas adaptadas. “É muito bom saber que existem projetos como este, que se preocupam com a inclusão social”, completou Jackson.

Comentários