Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


São João: veja como a festa é comemorada no Brasil

Elencamos como se dá a festa no Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste do país. Confira!
Thayná Aguiar Por: 21/06/2019 - 09:51
Galeria: 

Quadrilhas, comidas típicas, fogueira, bandeirinhas e forró. Basta o mês de junho chegar para lembrarmos logo das festas de São João. Famosas no Brasil e especialmente no Nordeste, a comemoração chegou ao país por influência dos portugueses no século XVI durante o processo de colonização.

De acordo com os historiadores, as festas são uma herança de tradição romano-germânica e do cristianismo. Na romano-germânica, os povos que viviam nos campos eram conhecidos por prestarem homenagens a diversos deuses para agradecer pelas boas plantações.

Com o tempo, o cristianismo acabou dando outro significado às celebrações, homenageando Santo Antônio, São João Batista e São Pedro que são comemorados nos dias 13, 24 e 29 de junho.

Embora o São João seja popularmente celebrado em todo o Brasil, cada região tem sua peculiaridade durante a comemoração do período junino. Desta forma, elencamos como se dá a festa no Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste do país. Confira!

Norte: O ritmo que comanda a festa na região é o carimbó; uma dança típica local. Em Belém, Parintins e Manaus, comemora-se com a dança do boi-bumbá, que gira em torno da lenda de morte e ressurreição de um boi. Na culinária, tem o vatapá, cuscuz, mingau de milho, caruru, maniçoba e o tacacá.

Nordeste: Pode-se dizer que é a região central das festas juninas, devido à grandiosidade das comemorações nessa época. O som que dá o tom dos festejos é o forró. Principalmente, o pé-de-serra. Nas quadras ou “arraiás” as quadrilhas fazem a festa. As fogueiras ganham as ruas e as bandeirinhas e balões enfeitam as casas. Na gastronomia nordestina, o que dá o sabor é o milho. Nessa época, ele é o ingrediente principal da maioria das receitas. Seus práticos típicos são: canjica, munguzá, milho cozido, milho assado, pamonha, bolo de milho e o bolo pé-de-moleque. 

Centro-Oeste: Como a região faz divisa com outros países, ela acaba recebendo influência de outras culturas. Nessa época, o sertanejo é o gênero mais tocado durante os festejos. Entre as comidas típicas estão a sopa paraguaia (uma espécie de bolo de queijo), farofa de banana, caldo de feijão, escaldado, paçoca de pilão, pixé e revirado cuiabano. Um dos momentos mais marcantes durante a comemoração do São João é a lavagem dos santos, na qual os participantes pedem proteção.

Sul: Com o frio, as fogueiras, o pinhão e o quentão são elementos essenciais para esquentar os festejos da região. Nas atrações, o que chama a atenção são as quadrilhas e os casamentos caipiras. Além do pinhão, outros pratos que ganham espaço nesse período são o amendoim, o milho, a pipoca, a cocada, a canjica e o arroz doce.

Sudeste: Assim como na região Centro-Oeste, o sertanejo também comanda a festa no sudeste. Entre as tradições da época, a principal é o casamento caipira. Onde os participantes se vestem à caráter com roupas xadrez, florais e rendadas. As mulheres apostam nas pintinhas do rosto, enquanto os homens no bigode. Na gastronomia, não pode faltar o milho verde e o quentão. Além deles, ainda é costumeiro colocar à mesa o feijão tropeiro e o clássico pão de queijo, famoso em Minas Gerais.

Comentários