Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Saiba como conquistar a sua turma

Confira 5 dicas para elaborar o seu plano de aula
Por: Katarina Bandeira 17/09/2018 - 10:19 - Atualizado em: 17/09/2018 - 10:22

               

 

Organizar ideias, definir objetivos e lançar-se em meio a estratégias para atingir o alvo. Parecem as diretrizes de um projeto para dominação mundial, mas são, na verdade, as bases de uma boa tática para elaborar um plano de aula. Dentro de uma sala de estudos, o professor é o responsável por passar seus conhecimentos - sobre os tema que leciona - para os alunos. Porém, não basta entrar em uma classe e começar a falar.

Para que todos tenham um bom aproveitamento durante a percurso, o docente precisa traçar um plano certeiro. Um bom planejamento didático exige escolha de temas, objetivos, tipo de metodologia que melhor se encaixe com a turma, além de definição do processo de avaliação, entre outras informações. Para ajudar você a preparar o plano perfeito, separamos cinco dicas infalíveis. Confira!

Saiba quem é o seu aluno

O primeiro passo é identificar quem é seu público alvo. Quem são seus alunos? O que essa turma espera de você? O que você quer passar para ela? Aulas práticas, teóricas, seminários. Lembre-se que cada classe tem especificidades e limitações. É preciso entender esses detalhes para traçar um objetivo concreto e que pode ser alcançado. Pergunte, em um primeiro momento, o que seus estudantes já sabem, para assim definir os conteúdos que serão trabalhados, as habilidades que precisarão ser desenvolvidas e definir quais as melhores estratégias. Com isso em mente, é partir para colocar as ideias no papel.

Tema e Objetivo

Agora que você já identificou seu público é hora de traçar os objetivos. Tenha em mente que, tanto o tema quanto a finalidade do seu conteúdo, têm que ser pensados para aquela aula em específico. Elabore metas a serem alcançadas, atividades que sejam compatíveis com o tempo disponível e temáticas que não deixem dúvidas sobre o que será alcançado ao final da aula. Assim, no próximo encontro você saberá o quanto seus alunos absorveram daquele conteúdo, quais foram as dificuldades e o que precisará ser abordado em seguida.

Trabalhe bem o conteúdo

Após definir os objetivos da aula é preciso organizar o que será ministrado na reunião. O conteúdo é a estrada de tijolos amarelos que leva até a recompensa: o aprendizado. A definição do assunto irá envolver pensar em conceitos, exemplos e informações com as quais o estudante possa se identificar. Ele deve agregar os conceitos de base, os procedimentos e até os comportamentos desenvolvidos ao final.

Defina sua estratégia

Manter a atenção do aluno enquanto ministra o conteúdo é um dos maiores desafios dos professores. Aulas no formato tradicional podem parecer pouco atrativas e entediantes para os que a assistem, por isso definir sua metodologia no início é tão importante. Tente pensar em responder essas perguntas:

  1. Qual é o ambiente onde o encontro acontecerá? Sala de aula ou virtual?

  2. Será uma aula expositiva?

  3. Quais os materiais necessários para desenvolver o conteúdo (texto, vídeos, slides, jogos, etc.)?

  4. Terá exercícios?

  5. Como os alunos serão divididos?

Definir uma estratégia logo no começo é um dos passos mais importantes para o conteúdo ser fixado na cabeça dos estudantes. E não se esqueça de avaliá-los, depois!

Seja flexível

Mesmo seguindo todas as nossas dicas, lembre-se que nem sempre as o plano de aula vai sair como o planejado. Há ocasiões nas quais você terá alunos com mais dificuldades de aprendizagem do que os outros, que entendem por métodos diferentes ou são PCDs (pessoas com deficiências). Por isso que o plano é feito para cada encontro, para que você, enquanto professor, possa não apenas ensinar, mas aprender com os processos de seus estudantes.

Gostou das nossas dicas? Deixa nos comentários se você já precisou elaborar um plano de aula e como foi!

Comentários