Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Saiba como combater “Fake News” sobre o Covid-19

Em meio a uma pandemia, é necessário estar atento para não ser infectado pelas notícias falsas
Assessoria de Comunicação Por: 25/03/2020 - 13:49
Imagem mostra mãos segurando jornal com manchete fake news
Por Giovanna Souza
 
O termo “Fake News” se popularizou mundialmente e define as notícias falsas disparadas via internet. Em meio à pandemia do Covid-19, uma série de Fake News estão sendo compartilhadas nas redes sociais, prejudicando no combate à doença. Saiba como evitar a disseminação dessas informações.
 
Para combater essa disseminação de notícias falsas, é necessário estar atento às fontes. É preciso obter informações por meio de veículos com credibilidade ou de fontes oficiais, como os sites do Governo Federal e Governo do Estado. Caso não tenha certeza da veracidade da informação, é importante não compartilhar com outras pessoas.
 
O coordenador do curso de Jornalismo da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Recife, André Ferreira, falou sobre a importância de verificar a procedência das informações. “Nesse período, é preciso prestar atenção aos conteúdos disponíveis na internet. Pesquisar fontes seguras e não espalhar informações de cunho duvidoso é um dos principais fatores para combater as notícias falsas”, ressaltou.
 
Outra forma de auxiliar no combate as Fakes News é fugindo de títulos e manchetes sensacionalistas. Essa é uma estratégia criada para atrair as pessoas e convencê-las a acessar determinados sites. Fuja de publicações com títulos improváveis ou absurdos.
 
As Fakes News também podem ser utilizadas para formar opiniões, disseminar boatos e reforçar pensamentos, prejudicando pessoas e incitando o ódio. A internet é uma importante fonte de informação para toda população e, no contexto atual, toda a sociedade é prejudicada por essas notícias falsas, principalmente por causa da necessidade de esclarecimentos reais sobre a origem, transmissão e disseminação do novo coronavírus.

Comentários