Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Representantes de turma: o que são e o que fazem

Por: Camilla de Assis 03/03/2017 - 08:00 - Atualizado em: 03/03/2017 - 08:00
Foto: Freepik
Saiba as incumbências de um representante de turma
Toda turma tem aquela pessoa que se destaca, não é mesmo? Aquela que tem o espírito de liderança, que usa os melhores argumentos de convencimento e tem uma ótima oratória. Além disso, essa pessoa se dá bem com todo mundo, tem vários amigos e é super popular? Pois bem, ela pode ser o representante de turma da sua sala.
 
Representar uma turma é uma função que requer muita responsabilidade, já que não é todo mundo que vai saber lidar com a correria do estágio/trabalho, das aulas e desse cargo de “chefia”. Mas, apesar da carga de comprometimento, existem motivos que são tornam a função de representante de turma atrativa.
 
Os representantes de turma são alunos da própria classe que têm uma função parecida com a de mediação e gerência. É esse estudante que vai levar questões comuns dos demais colegas de sala para professores e coordenadores. Eles também podem tomar decisões importantes pela turma, já que têm o poder para isso - mas, claro, após uma consulta aos demais colegas. É um tipo de “prefeito” da classe.
 
Quem deve ser representante de turma?
 
O primeiro passo para pensar nisso é saber se os possíveis candidatos têm perfil para essa função. Como já mencionado, o aluno deve ser popular. Ou seja, alguém que se dê bem com todo mundo: desde os demais colegas aos professores e coordenadores. Caso contrário, pode ser um “tiro no pé” da própria turma.
 
Isso porque é necessário avaliar um contexto global de relacionamento desse estudante. Não adianta ele ter apenas espírito de líder, mas não conseguir se relacionar bem com os colegas; ou, ainda, tomar a frente nas decisões, porém não consultar os estudantes da classe. É necessário um equilíbrio entre as habilidades e características de um aspirante a representante de turma.
 
O que não é dever do representante de turma
 
Não está sob a incumbência do representante atitudes que se refiram à particularidade de cada estudante da turma. Portanto, o representante de turma não é obrigado a lidar com demandas pessoais dos estudantes como entrega de trabalhos, abono de faltas e entrega de atestados. Também não é o representante de sala que vai questionar o professor sobre uma nota baixa ou a falta de uma pontuação de um trabalho entregue.
 
E aí, se interessou pelo cargo? Conta pra gente!

Comentários