Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Para colocar a cara no sol

Com a chegada do verão, aumentar os cuidados com a pele é indispensável
Por: Katarina Bandeira 07/01/2019 - 11:07
Protetor solar varia de acordo com o tipo de pele. Foto: Freepik
Protetor solar varia de acordo com o tipo de pele. Foto: Freepik

Colocar a cara e o corpo no sol é quase uma regra quando chega o verão. Porém, com o astro rei ligado na potência máxima, os cuidados com a pele têm que ser ainda mais intensos. Seja para estender a toalha na praia, na piscina ou só para se evitar aquele velho bronze de ônibus, o uso do protetor solar é fundamental. E se você ainda não sabe qual é o melhor para a sua pele, te damos as dicas para acertar na escolha!

Tipos de pele

Para começar a escolher o protetor solar mais adequado à sua necessidade, o primeiro fator que deve ser levada em consideração é o tom da sua pele. Os tons de pele são divididos em fototipos, de um a seis, com o numeral servindo de indicativo para o Fator de Proteção Solar (FPS).

Fototipos I e II

Pertencem aos fototipos I e II aquelas tons muito claros que, geralmente adquirem um tom mais avermelhado ao sol. Para pessoas com esse tipo de pele o ideal são os protetores com FPS 60 ou acima. Quem tem uma pele mais madura ou com manchas (como sardas), também pode abusar desse fator.

Fototipos III e IV

Já quem tem a pele um pouco mais escura deve optar por FPS entre 30 e 50, dependendo da tonalidade. A proteção deve ser utilizada tanto quando estamos no começo da estação, em período de sol mais intenso, ou no fim, quando as temperaturas começam a ficar mais amenas.

Fototipos V e VI

Pessoas negras de tez escura fazem parte do grupo V e VI e, apesar de não correrem o risco de adquirir um tom de queimadura, precisam se proteger dos males causados pelo excesso de sol, entre eles o câncer. Para isso, é indicado um protetor com FPS de 30, fator mínimo de proteção para o dia a dia.

Bronzear e proteger

Agora que você já sabe qual fator de proteção solar é o indicado para o seu tipo de pele, é preciso ficar atento também se, no rótulo do protetor solar, há a informações sobre proteção para os raios ultravioletas do tipo A e B (UVA e UVB). A diferença entre elas está no tipo de defesa: a proteção UVA serve para evitar o envelhecimento precoce da pele e o câncer de pele. Já a UVB evita as queimaduras causadas pelo sol.

Spray, creme e gel, oil free

O mercado de cosméticos oferece diversas opções para se proteger do sol, inclusive em várias texturas. Nos potes tradicionais quem tem pele oleosa acaba sofrendo um pouco porque o produto pode aumentar a oleosidade. Mas é possível encontrar versões que não agridam tanto o rosto. Veja os tipos abaixo:

Loção ou spray - geralmente indicado para peles normais, os filtros podem ser encontrados em formato sérum, com maior resistência ao suor e à água.

Gel-creme, oil free e mousse - essas texturas são ideais para quem tem a pele mais oleosa, porque não obstrui os poros. Opte por bases sem gordura e álcool e feitas em gel.

Creme - os mais comuns são mais indicados para quem possui a pele seca, com maior tendência ao envelhecimento precoce. Melhor ainda se tiver água e óleo em sua fórmula.

 

Gostou das nossas dicas? Conta para a gente qual o filtro que mais se encaixa no seu tipo de pele!

 

Comentários