Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


No dia do sorvete, descubra a origem da sobremesa que conquista paladares

Marcele Lima Por: 23/09/2019 - 17:42 - Atualizado em: 23/09/2019 - 17:45
Dia do Sorvete/Pixabay
Dia do Sorvete/Pixabay

Nesta segunda-feira (23), é comemorado o dia de uma guloseima amada por muita gente, o sorvete. São vários sabores, coberturas, caldas, tudo para tornar o doce ainda mais saboroso, seja no copinho ou na casquinha. No entanto a origem do sorvete vem de muitos anos atrás.

Historicamente, há 500 anos antes de Cristo, o Império Aquemênida, atual Irã, utilizava o gelo da neve com água de rosas, açafrão ou frutas para preparar uma mistura refrescante. Já os chineses, em 200 a.C, começaram misturar o gelo da neve, salitre ( nitrato de sódio ou nitrato de potássio), produtos semelhantes ao sal de cozinha, leite e xaropes, ficando um pouco parecido com o produto consumido atualmente. 

A popularização do sorvete no ocidente deu-se quando no início do século XVI, quando a rainha da França, Catarina de Medici, inseriu cozinheiros italianos na corte francesa. Segundo o professor do curso de Gastronomia da UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau Antonio Gomes de Castro Neto, a partir do final do século XIX a sobremesa ficou mais barata, conquistando ainda mais apreciadores. Esse aumento de popularidade se deu no século seguinte, quando o sorvete passou a ser mais macio, cremoso e aerado.  “O sorvete é refrescante, saboroso e relativamente barato. Pode ser consumido puro ou acompanhado por outras preparações salgadas ou doces, além de ser acessível. Esses motivos explicam o por quê de ser um alimento tão popular”, disse o docente. 

Entre os países que mais consomem o sorvete está os Estados Unidos, a Austrália e a Nova Zelândia, com 18 a 23 litros por pessoa anualmente. Mas há também os países que possuem sabores nada convencionais, como, por exemplo, gergelim negro e feijão vermelho, ambos consumidos na China. Na Itália, as pessoas costumam tomar sorvete com café. “Na Índia prefere-se mais o sorvete caseiro do que o industrializado. Nas Filipinas, eles consomem o sorbete [como é chamada a iguaria no país asiático], feito com leite de Carabao, uma espécie de búfalo”, explica o professor Antônio Gomes de Castro Neto.

Todos os lugares do mundo possuem aqueles sabores mais tradicionais: baunilha, morango e chocolate. O professor da graduação em gastronomia Antônio Gomes de Castro Neto traz uma receita fácil para comemorar o dia do sorvete sem sair de casa. 

Confira

Sorvete de Chocolate

Meio litro de leite gelado 

200g de açúcar cristal 

150g de chocolate em pó 

Meia colher de chá de emulsificante (facilmente encontrado em lojas de produtos de festas)

Modo de preparo: Colocar todos os ingredientes na batedeira e bater por 15 minutos. Colocar numa forma e levar para gelar de um dia pro outro. Ter atenção de colocar em uma bacia grande porque quando bate a mistura duplica de tamanho.

 

Tem interesse em fazer Gastronomia? Conheça os cursos da UNINASSAU

 

Comentários