Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Carreiras


No dia do dentista, descubra a diversidade dessa área profissional

Dentistas podem ir além da clínica e atuar no setor industrial
Por: Taísa Silveira 25/10/2016 - 10:43 - Atualizado em: 26/10/2016 - 11:04
Pixabay
Dentistas podem seguir diversos rumos na carreira, inclusive no setor industrial
Por: Camilla de Assis
 
No dia 25 de outubro é comemorado o Dia do Dentista. A escolha da data é originária de muito tempo atrás, há 132 anos, quando foi assinado um decreto que criou os primeiros cursos de odontologia no Brasil, localizados no Rio de Janeiro e na Bahia. Segundo um levantamento da Euromonitor Internacional, em 2014, o Brasil detém 15% dos dentistas de todo o mundo.
 
Uma profissão tão especial, que é dedicada a construir sorrisos, pode, também, se enveredar por áreas diferentes da clínica médica, chegando até mesmo à atuação em indústrias especializadas na área odontológica. 
 
Segundo o coordenador do curso de odontologia da unidade Natal da Faculdade Maurício de Nassau - FMN, Álvaro Benevides, os estudantes que se formam na graduação podem atuar em outros três tipos de locais além da clínica. São eles: indústria de materiais odontológicos, indústria de componentes para trabalho e equipamento dentário e, por último, pesquisa e ensino. Para isso, são cerca de 20 especialidades que os dentistas podem buscar.
 
Leia também:
 
 
De acordo com o docente, para seguir essas áreas, é preciso uma especialização. O campo industrial exige pós-graduação em engenharia química e mecânica “Os profissionais que desejam se lançar na indústria de materiais odontológicos devem conhecer profundamente os componentes daqueles objetos. Já na parte mecânica, os dentistas irão conhecer a fundo o funcionamento prático dos equipamentos utilizados, e até mesmo fabricá-los”, afirma Álvaro Benevides.
 
Além disso, os recém-formados que não se enquadrarem em uma indústria nem em uma clínica ainda podem optar pela carreira acadêmica na pesquisa. “Nesse caso, os profissionais da área de odontologia devem fazer especialização, mestrado e doutorado e  podem lecionar e/ou pesquisar as patologias orais”, explica Álvaro. 
 
Alternativas à clínica odontológica:
Indústria - fabricação de componentes como resinas, facetas de porcelana (lentes de contato dentais), cremes dentais, enxaguantes bucais, entre outros;
Pesquisa - carreira acadêmica e estudo de patologias orais.

Comentários