Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Instituições produzem face shield com impressora 3D

Universidades, Centros Universitários e Faculdades do Ser Educacional estão fabricando material de baixo custo
Assessoria de Comunicação Por: Mário Victor Tavares 19/05/2020 - 14:06 - Atualizado em: 20/05/2020 - 09:16
Diversas Instituições de Ensino Superior (IES) do país, mantidas pelo Ser Educacional, têm utilizados seus laboratórios para a produção de face shields para doação a hospitais e unidades de saúde. A Faculdade UNINASSAU Belém e a Faculdade UNINASSAU João Pessoa, a UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Campina Grande e a Faculdade UNINASSAU Natal já estão com o projeto em andamento.
 
A utilização da tecnologia de impressora 3D para produção desse material tem sido de fundamental importância, pois barateia o custo e diminui o tempo de fabricação. Uma máscara, que pode custar até R$36, teve custo de apenas R$3,50 na Faculdade UNINASSAU Belém, por exemplo, que doou 200 itens no primeiro lote. E o processo, que duraria mais de 6h, pode ser feito em apenas 1h30.
 
De acordo com o presidente do Ser Educacional, Jânyo Diniz, esse é mais um reforço de um dos pilares do Grupo, a Responsabilidade Social. “Nossa comunidade acadêmica está engajada para ajudar sociedade e profissionais de saúde nesse momento. A produção de face shields com impressora 3D corrobora nosso papel solidário e socialmente responsável”, destacou.
 
A máscara face shield é um dos itens essenciais dentro dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e funcionam como primeiro isolamento físico nos profissionais de saúde. Elas barram qualquer possível contato com gotículas de pacientes contaminados, lançadas durante a fala ou tosse, por exemplo. Com a proteção, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos da saúde ficam mais protegidos de contaminações, principalmente, por meio dos olhos, boca e nariz.
 
Mais máscaras
 
A Faculdade UNINASSAU Caruaru, também mantida pelo Ser Educacional, firmou parceria com Penitenciária Juiz Plácido de Souza para produção e distribuição de máscaras face shields. A Instituição de Ensino doou insumos e organizou a distribuição dos itens, enquanto detentos da penitenciária fabricaram as peças.
 
Outra instituição do Grupo que está produzindo máscaras face shields é a Faculdade UNINASSAU Petrolina. Apesar de não utilizar impressora 3D, a produção também é de baixo custo e mais rápida que o normal.
 

Comentários