Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


A importância da literatura no desenvolvimento infantil

A leitura é um processo que deve ser introduzido na vida das crianças
Assessoria de comunicação Por: Paulo Feijó 05/11/2021 - 16:00 - Atualizado em: 05/11/2021 - 16:00
A importância da literatura no desenvolvimento infantil
Por Luiza Fruet.
 
Algumas crianças sofrem com atrasos na fala e um dos motivos pode ser a falta de estímulos. Pensando nisso, o livro é uma ferramenta extremamente importante para o desenvolvimento infantil porque, além de todos os benefícios que traz, também pode ajudar a melhorar a comunicação. Trabalhar o hábito da leitura desde a infância é fundamental por diversos motivos.
 
Com a contação de histórias, os pequenos podem desenvolver sua linguagem, ampliar o vocabulário, conhecer o campo da imaginação, identificar letras e palavras, trabalhar o raciocínio lógico e aprender as pronúncias, além de conseguir relacionar a quantidade de letras nas páginas com o tempo que a pessoa leva para ler, possibilitando a inserção da criança no mundo da escrita. A literatura proporciona um momento lúdico e apresenta temas atuais importantes, permitindo que as crianças trabalhem os seus próprios sentimentos.
 
A literatura infantil é importante porque, ao ler histórias para crianças, ajudamos no seu desenvolvimento e, principalmente, no que diz respeito à alfabetização. Com a contação, elas também acabam notando a diferença entre linguagem escrita e oral. Portanto, é comum que algumas crianças digam que vão contar uma história, usem o advérbio 'né' e depois avisem que não é para escrever essa palavra. Isso ocorre porque já percebem que ela não existe na linguagem escrita", afirma Simone Bérgamo, diretora acadêmica do grupo Ser Educacional.
 
Para incentivar a leitura, as escolas devem introduzir essa atividade no dia a dia dos seus alunos e os pais podem criar o hábito de ler em casa e servirem de exemplo para os filhos. Talvez manter uma rotina e explorar os diversos gêneros textuais.
 
A escola pode estimular a leitura sempre trabalhando com a possibilidade de o aluno escolher o próprio livro e ver se ele pegou, por exemplo, um com poucas letras para ler menos. Talvez, esse livro não consiga atingir os objetivos desejados. Porém, ao manuseá-lo, a criança começa a pensar diferente e seu nível de percepção no momento da escolha dos próximos já será acrescido da experiência que teve anteriormente, tornando-o cada vez mais crítico. No caso dos pais, eles podem comprar livros e nãapenas brinquedos para os filhos, mostrar o prazer da leitura e abrir um espaço para que as crianças tenham vontade e interesse de ler”, conclui Simone.
 

Essa é uma maneira de fazer com que os mais novos se encantem pela literatura e, quem sabe, torná-los grandes apreciadores dessa arte no futuro.

Comentários