Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Filmes para 'celebrar' o Dia da Mentira

A indústria do cinema adora brincar com o tema celebrado no 1º de abril. Confira uma lista de filmes que falam sobre a mentira de maneira divertida
Por: Paula Brasileiro 01/04/2017 - 08:10 - Atualizado em: 01/04/2017 - 09:00
O cinema gosta de brincar com o tema. Confira estas dicas de filmes
O cinema gosta de brincar com o tema. Confira estas dicas de filmes

Você já caiu em alguma 'pegadinha' hoje? Mundialmente celebrado, o Dia da Mentira, no 1º de abril, é conhecido como o dia para pregar algumas peças nos amigos de forma descontraída e em tom de brincadeira. Mas, apesar da data, esta matéria não vai te contar nenhuma mentira, e sim, vai passar algumas dicas de filmes que abordam esse tema de maneira bem humorada. Confira.

LEIA MAIS
7 filmes apra quem é apaixonado por Direito
10 filmes que todo futuro publicitário deveria assistir

Pinóquio

Era uma vez um carpinteiro solitário, Geppetto, que criou um bonequinho de madeira para lhe fazer companhia. Um belo dia, ao ver uma estrela cadente, Geppeto faz um desejo: gostaria que Pinóquio, o boneco de madeira, se tornasse uma criança real. A Fada Azul fez o desejo tornar-se realidade e Pinóquio se transformou em um garotinho serelepe e animado. Ele acaba se metendo em várias confusões, ao lado de um grilo falante, e seu nariz crescia a cada mentira que contava. A fábula encantou diversas gerações e ficou imortalizada como um dos clássicos da Disney.

Curtindo a vida adoidado

Outro grande clássico do cinema, grande sucesso da década de 1980 e de inúmeras reprises no "Sessão da Tarde". Em Curtindo a vida adoidado, Ferris Bueller inventa diversas mentiras mirabolantes para matar um dia de aula e sair com sua namorada e um amigo. O filme já contabiliza mais de 30 anos, desde seu lançamento, mas continua super atual com sua mensagem de que todos precisamos de uma folga para aproveitar a vida, de vez em quando.

O mentiroso

Neste filme, Jim Carrey é Fletcher Reede, um advogado inescrupuloso e muito mentiroso. Em um dos aniversários de seu filho pequeno, ao apagar as velas, o menino deseja que o pai passe um dia inteiro falando apenas verdades. O desejo se torna realidade e o mundo de Fletcher dá uma reviravolta com seu surto de sinceridade.

Peixe grande e suas maravilhosas histórias

Ed Bloom é um grande contador de histórias. Ele encanta as pessoas contando sobre como deu a volta ao mundo em sua juventude e misturando realidade com fantasia. Mas, Will, filho de Ed, na tentativa de conhecer quem é seu pai de fato, acaba por fazê-lo separar ficção de realidade. Um filme de Tim Burton.

Adeus, Lenin!

Uma mulher sofre um ataque do coração e fica em coma pouco antes da queda do Muro de Berlim, em 1989. Ao acordar, em meados de 1990, o cenário político de Berlim é bem diferente. Para evitar que ela sofra grandes emoções ao descobrir os últimos acontecidos e a nova condição da Alemanha, seu filho faz de tudo para fazê-la acreditar ainda estar na antiga Berlim Oriental.

O primeiro mentiroso

Num mundo onde se diz apenas verdades, Mark Bellison, um roteirista de cinema mal sucedido, inventa a mentira e acaba se tornando uma espécie de guru, fazendo fama e riqueza. Ao inventar novas mentiras, ele passa a manipular as pessoas ao redor criando situações a seu favor.

O Auto da Compadecida

Baseado na obra de Ariano Suassuna, o filme conta as aventuras de João Grilo e Chicó, dois nordestinos que aplicam pequenos golpes para sobreviver. Embora trapalhões e muito mentirosos, os dois são tão carismáticos que até a Nossa Senhora intercede por eles.

Esposa de mentirinha

O cirurgião plástico Danny Maccabee finge ser casado para se dar bem em paqueras. Ao conhecer aquele que parecia ser a mulher de seus sonhos, ele inventa uma história de um casamento mal sucedido e usa sua melhor amiga, e assistente, para atuar na mentira com ele. Eles fingem estar vivendo uma separação e o plano acaba surtindo efeitos inesperados.


Gostou das dicas? Conta pra gente qual destes filmes você mais gostou de assistir. 

Comentários