Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Resposabilidade Social


Estudantes fazem brinquedos para crianças com microcefalia

Mães receberam lembranças, café da manhã especial, brindes, sessões de ventosaterapia, entre outros
Assessoria de Comunicação Por: Gabriella Moura 13/05/2019 - 16:06 - Atualizado em: 13/05/2019 - 16:12
Brinquedos doados
Brinquedos foram criados para estimular o desenvolvimento das crianças
Este ano, o Dia das Mães foi especial para as mamães das crianças que têm microcefalia em Petrolina. No último sábado (11), os pequenos foram presenteados com brinquedos criados por estudantes de Fisioterapia da UNINASSAU Petrolina, de acordo com sua idade e limitações. As mães também foram agraciadas com lembranças, café da manhã especial, brindes, sessões de ventosaterapia, entre outros.
 
Para o aluno do terceiro período de fisioterapia da Instituição, Mateus Barbosa, que, em grupo, construiu o parapodium com canos e madeira, “é gratificante viver esse momento. É uma experiencia inexplicável. Hoje passamos o que as mães vivem todos os dias. É maravilhoso ser recompensado com o sorriso de cada criança”, declarou.
 
A construção dos brinquedos fez parte da oficina profissionalizante, realizada pela professora Juliana Pereira, com a finalidade de desenvolver as habilidades e capacidade perceptiva dos alunos para grupo especifico de pacientes.
 
Maria de Socorro, mãe do pequeno Rafael Pereira de 3 anos, compartilhou suas impressões do evento. “Escolhi um brinquedo que estimula a visão, o tato e a audição dele. Estou muito feliz por esse momento de alegria. Todos os brinquedos estão lindos e são de uma criatividade muito grande”, elogiou. 
 
“Os alunos, a professora, a coordenadora e a equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) de Petrolina merece todo o reconhecimento por realizar um evento tão lindo, emocionante e singelo. É lindo ver cada brinquedo cheio de cores e funcionalidades que vão ajudar no desenvolvimento motor e cognitivo dos pequenos”, destacou a diretora da Instituição, Anna Cristina.

Comentários