Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


É preciso atender a todos os itens descritos na vaga de estágio?

Empresas fazem exigências, mas será que é realmente necessário preencher todos os itens?
Por: Katarina Bandeira 08/02/2019 - 18:04 - Atualizado em: 08/02/2019 - 18:04
Mesmo que o otimismo em relação às contratações seja crescente, é preciso ter bom senso. Foto: Freepik
Mesmo que o otimismo em relação às contratações seja crescente, é preciso ter bom senso. Foto: Freepik

Muitas vezes, ao encontrar uma vaga, o candidato se depara com um número de exigências muito além do que o currículo alcança. Para quem está procurando estágio, não adianta apenas cursar uma graduação na área pretendida. De acordo com ofertas feitas pelas empresas, é preciso ter muito mais. Conhecimento abrangente sobre temas variados, outros idiomas, experiência e até qualificações pessoais como “energia” e boa organização de tarefas, estão entre as exigências do mercado.  Mas, é realmente necessário preencher todos os itens?

Atendendo os requisitos

Para o psicólogo e recrutador Rodrigo Gaião, essa é uma pergunta tanto dos candidatos quanto das empresas. “Existe um consenso de que há candidatos perfeitos para toda e qualquer vaga”, explica o especialista. Ele afirma, porém, que não é disso que devem se tratar as especificações. “A ideia de uma descrição de uma oportunidade é dar visibilidade às ferramentas e rotinas daquela posição. As empresas que conseguem ter maior clareza do que desejam do candidato, geralmente, não esperam que eles cupram todos os requisitos, mas sim, que consigam trazer através do currículo e experiência, competências similares”, afirma.

Existem exigências que vão além de do currículo

Para os casos em que o contratante solicita habilidades abstratas como energia e até liderança, qualidades difíceis de comprovar no currículo, o especialista assegura que não existe um processo padrão. “A questão de baixa e alta energia sempre foi algo que não considero relevante ou até mesmo capaz de definir um perfil. Na minha visão, isso se refere muito mais à capacidade de criar meios e processos que foquem na colaboração e visibilidade das demais pessoas da equipe”, defende Gaião. No caso do estagiário também há atenuante de que ele está ali para aprender, então a experiência, apesar de ser um adicional positivo, não deve ser determinante na hora da contratação.

 

Insistir ou desistir

Mesmo que o otimismo em relação às contratações seja crescente, é preciso ter bom senso. Apesar de não ser obrigatório atender a todas as qualificações solicitadas na vaga, é preciso ponderar se você realmente pode concorrer aquela oportunidade, fazer a auto-análise também da vaga pretendida. Você tem algum conhecimento base para aquela função? Tem curiosidade o suficente para aprender mais sobre a vaga disposta? “Elencar e priorizar facilitam o processo de entender como montar seu currículo e o formulário de inscrição. É importante evidenciar quais são os requisitos que você já cumpre e concentrar-se em deixar claro como eles são aplicados em sua rotina”, finaliza Gaião.

 

E você já conseguiu um estágio mesmo sem preencher todos os requisitos? Conta para a gente nos comentários!

 

Comentários