Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Cuidados com idoso requer mais atenção no inverno

As baixas temperaturas aumentam o risco de doenças
Assessoria de Comunicação Por: Paula Cruz 28/06/2019 - 17:29
Imagem mostra idoso sendo atendido por enfermeira
É necessário cuidados especiais nesta época do ano
Com a chegada do inverno e suas baixas temperaturas, a incidência de algumas doenças aumenta, principalmente às ligadas à esta estação. As pessoas mais suscetíveis a este risco nesse período são os idosos. Por isso, estes precisam de cuidados especiais, devido ao surgimento de alergias, gripes, dores musculares e nas articulações.
 
Os familiares, cuidadores ou enfermeiros devem ficar atentos com as pessoas da terceira idade, pois, no clima frio, a imunidade fica mais baixa e, assim, os deixam em uma condição frágil. Isso porque eles não conseguem regular a temperatura corporal, pois não geram calor de forma adequada, podendo acabar adquirindo infecções ou, em casos mais graves, sofrerem de hipotermia e, como consequência, diminuírem a pulsação cardíaca ou apresentarem dificuldade para respirar.
 
Segundo a enfermeira e professora da UNINASSAU Feira de Santana, Mariana Rosa, o aumento das dores crônicas, como artroses e artrites, são comuns. Afinal, o frio faz com que eles passem a se movimentar menos. “É preciso estar em alerta com o idoso. Caso este apresente calafrios, recomenda-se que o mantenha sempre bem agasalhado e procure um profissional de saúde para que possa receber atendimento adequado, para prevenir qualquer risco de um possível AVC ou infecção, que são comuns nessa faixa etária no período de inverno”, disse.
 
Durante as baixas temperaturas, é recomendável que o idoso tenha um acompanhamento nutricional. Afinal, uma boa alimentação rica em proteínas irá proporcionar uma alta em sua imunidade, deixando sua muscular corpórea mais forte.
 
“O ideal é aliar a alimentação com a prática de exercícios físicos que estimulem os músculos. Assim, com mais equilíbrio e força em seu corpo, muitas quedas podem ser evitadas em virtude de fraqueza. Como sugestão, os idosos podem fazer caminhadas ao ar livre, com duração entre 15 a 30 minutos por dia, ou a prática de pilates, que melhora a flexibilidade e a coordenação motora”, orienta a enfermeira.
 
É relevante estar com carteira de imunização em dias, em vista que a vacinação é um excelente meio de prevenção contra gripe e doenças respiratórias. Aqueles que desejam se vacinar, podem procurar o Sistema Único de Saúde (SUS) ou as clínicas particulares.
 

Comentários