Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Conheça os principais tipos de vinhos e aprenda a harmonizar

De tinto a rosé, confira nosso guia prático e faça boas escolhas da bebida feita de uvas
Rebeca Ângelis Por: 31/10/2018 - 10:08 - Atualizado em: 31/10/2018 - 18:35
Conheça os principais tipos de vinhos e aprenda a harmonizar/ Reprodução/Pixabay
Conheça os principais tipos de vinhos e aprenda a harmonizar/ Reprodução/Pixabay

Frutado, amadeirado, bordeaux, cabernet sauvignon, tanino, mentolado… Viajar no mundo enológico implica mergulhar em um vocabulário próprio das garrafas, que carregam histórias de fermentação de vários países. Devido a esse vasto universo, consumir a bebida pode parecer um processo 'embaraçoso' para os poucos afeitos aos rituais que envolvem um simples gole. Isso acontece devido às palavras criadas por especialistas (fabricantes, enólogos e sommeliers), usadas para caracterizar a peculiaridade de cada um.

Parece difícil, mas a gente te mostra que dá para combinar pratos e navegar por variados sabores de vinhos. Com as dicas da sommelière Eliane Mascarenhas, separamos um manual prático que vai te auxiliar na hora de uma boa escolha e harmonização. Confira!

Como classificar?

Eliane explica que a classificação identifica a origem do vinho “Tudo começa no ‘terroir’ (termo francês usado para designar local de produção). A classificação inclui cor, teor, nível de açúcar e várias outras especificidades, possíveis de observar no rótulo da garrafa”, esclarece a sommelière.

Através dessa classificação, também é possível identificar os vinhos quanto ao teor de açúcar:

  • Seco - Possui até 5 gramas de açúcar por litro;

  • Meio Doce (demi-sec) - Possui de 5 gramas a 20 gramas de açúcar por litro;

  • Suave - Possui mais de 20 gramas de açúcar por litro.



Sabores e cores

Uma variedade de cores e sabores define cada garrafa como peculiar. Saiba como diferenciar os tipos de vinho:

  • Tinto- Como o próprio nome já menciona, é elaborado a partir de uvas tintas, com fermentação da casca para adquirir a tonalidade que varia de vermelho intenso a violeta. Podem ser secos, meio secos ou suaves (doces).

  • Branco- De sabor mais aceito e frutado, é o tipo de vinho com cor que varia de amarelo-palha a amarelo dourado. A maioria é leve e bem refrescante. A refrescância se dá por apresentar acidez (salivação na boca) presente e são mais sutis no paladar do que os tintos. Podem ser secos, meio secos ou suaves.

  • Espumante - Sua característica mais marcante é a presença do gás na bebida e  acidez marcante (salivação na boca). Os espumantes podem ser brancos, tintos ou rosés. De maneira geral, podem ser secos, meio secos ou doces.

  • Rosé - Peça chave para a maioria das ocasiões o rosé é um tipo de vinho mais recente em relação aos demais, caracterizado pela cor rosa. Em geral, apresentam acidez perceptível, corpo de leve a médio e vão muito bem com frutos do mar, como camarão e lagosta. Podem ser secos, meio secos ou suaves.

Confira um guia prático e aprenda a combinar vinhos com as refeições:

Ficou interessado em saber mais? Conheça o curso de Gastronomia da Uninassau!

 

 

 

Comentários