Clicky

Selecione a cidade
0800 281 9999

Notícias › Educação


Conheça os benefícios do peeling químico

Dermatologista explica os tipos existentes do tratamento e quais suas vantagens
Assessoria de Comunicação Por: 14/04/2022 - 11:33 - Atualizado em: 03/05/2022 - 16:28
por Katharina Belo
 
O peeling químico consiste em um procedimento que remove a camada da pele danificada, por meio da aplicação de ácidos, promovendo o crescimento de uma camada lisa, sem manchas e linhas de expressão. O tratamento pode ser feito no rosto, mãos e pescoço, e varia de acordo com cada caso. Os tipos existentes são: superficial, médio e profundo.
 
Segundo a professora do curso de estética da UNINASSAU Paulista, Dominique Banbini, no que se refere ao tratamento superficial e médio, removem as camadas mais externas e média da pele, sendo recomendados para clarear manchas e retirar marcas de acnes e rugas. “É uma das técnicas de clareamento da pele, que utiliza, normalmente, o ácido tricloroacético, capaz de promover a renovação celular, estimulando a regeneração natural dos tecidos”, explica.
 
Já no que diz respeito ao tratamento profundo, o tratamento alcança os níveis mais internos, servindo principalmente para peles danificadas pelo sol e por cicatrizes de acidentes ou de acne. Segundo Dominique, os resultados começam a ser percebidos a partir da segunda sessão, e alguns cuidados importantes devem ser tomados durante o processo. “Nesse período, é aconselhável o uso de creme hidratante e filtro solar, pois a pele fica muito sensível, avermelhada e com tendência a descamar”, comenta.
 
Renovação da camada da pele, redução de manchas de idade e sol, eliminação de rugas e marcas são alguns exemplos dos benefícios acarretados pelo procedimento. Além disso, também contribui para a diminuição da oleosidade, aumenta a produção de colágeno e previne o surgimento de cravos e espinhas.
 
O peeling químico não pode ser comprado em lojas de cosméticos, farmácias ou supermercados, pois deve ser aplicado por um profissional da área, como dermatologista ou fisioterapeuta dermatofuncional. Isso se deve porque, se feito de maneira equivocada, pode gerar problemas como queimaduras.

Comentários