Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Conheça opções de países para melhorar o inglês

Agências oferecem pacotes com cursos a partir de duas semanas de aula em diversos países, onde além de aprimorar o idioma, os estudantes ainda têm contato direto com a cultura local
Marcele Lima Por: 06/12/2019 - 13:07 - Atualizado em: 12/12/2019 - 13:05
Conheça opções de países para melhorar o inglês/Pixabay
Conheça opções de países para melhorar o inglês/Pixabay

Uma das melhores maneiras de aprimorar o inglês é praticar o idioma diariamente. Existem modalidades de intercâmbio direcionadas para este fim, no qual os estudantes podem comprar pacotes a partir de duas semanas e vivenciar a cultura e a rotina do país escolhido. É necessário planejamento para que todo o período seja, de fato, proveitoso e a experiência adquirida atenda às expectativas iniciais. Para isso, é importante analisar fatores como clima, opções de lazer, hospedagens, culinária, antes mesmo de programar toda a viagem.

Existem dezenas de lugares no mundo onde o inglês é a língua oficial. Para a diretora da agência de intercâmbio Student Travel Bureau – STB, Marina Motta, o “melhor” país para estudar o idioma é o que se enquadra no perfil de cada intercambista. “Canadá é o destino da maioria dos brasileiros que buscam aperfeiçoar o inglês pela segurança e custo-benefício, porém tem um clima frio intenso no inverno. Para os que preferem temperaturas mais amenas, Austrália pode ser uma opção. Já para quem deseja um local com mais cultura e história, viajar bastante e conhecer vários países próximos, Inglaterra é uma ótima pedida”, detalha.

Outro detalhe que precisa estar claro é o custo do investimento. Os valores variam de acordo com o destino, a duração do curso, o tipo de acomodação, se é particular ou casa de família, além de gastos com passagens aéreas, assistência médica, visto e vacinas exigidas por determinados locais.  “Fica a critério do aluno. Os cursos são cíclicos e extremamente flexíveis quanto a carga horária, duração e tipo de acomodação. As casas de família costumam ter um valor mais competitivo e refeições inclusas e propõem maior contato com a cultura local. As residências estudantis costumam ter um valor mais alto, porém conferem maior independência e muitas vezes tem localizações mais centrais do que as casas de família que, por sua vez, costumam ficar em bairros residenciais”, afirma a Diretora da STB, Marina Motta.

Segundo Marina Motta, um pacote de quatro semanas em Londres, na Inglaterra, em um curso de 20 lições semanais com acomodação em casa de família, café da manhã e jantar inclusos custa R$ 9.752; O mesmo tipo de pacote, só que para Toronto, no Canadá sai por R$ 7.350.

Confira outros 3 países para melhorar o inglês que podem fazer parte das suas opções de intercâmbio

Estados Unidos

Um dos países mais procurados por quem quer falar inglês, os Estados Unidos possuem centenas de opções para estudantes que buscam imersão na cultura, diferentes estilos de falar e muitos ambientes de lazer.

Nova Zelândia

Na Nova Zelândia o custo maior é com as passagens áreas, mas os brasileiros podem encontrar por lá uma oportunidade de conhecer estilos de vida diversos, praticar esportes radicais, esportes aquáticos e ao ar livre, tradicionais entre os moradores locais.

 Irlanda

A Irlanda é uma boa pedida para quem quer se aventurar pela Europa, já que além de aprimorar o inglês, ter contato com estilo de vida diversos, é interessante ainda poder aproveitar a temporada para visitar os países vizinhos e ampliar o networking cultural.

Os valores dos pacotes dependem da opção feita pelos estudantes no momento da contratação do intercâmbio, além de tudo que envolve o deslocamento e a hospedagem. Lembrando que, na maioria das vezes os valores são pagos na moeda local. Em reais, de acordo com as agências e plataformas especializadas na oferta do serviço, quatro semanas de cursos de inglês com estadia em casa de família, café da manhã e jantar saem a partir de R$ 7.000.

 

 

Comentários