Clicky

Selecione a cidade
0800 281 9999

Notícias › Educação


Confira dicas para organizar as finanças e economizar dinheiro

Economista ensina como criar hábitos para fazer compras conscientes
Assessoria de Comunicação Por: 21/11/2022 - 00:00 - Atualizado em: 21/11/2022 - 11:00
Por Mário Vasconcelos
 
Mudar pequenos hábitos pode fazer a diferença no bolso no final do mês. O planejamento financeiro é uma das primeiras medidas a serem tomadas, quando o assunto é aumento ou diminuição da renda. Há quem acredite que investimentos são exclusividade de quem ganha altos salários, mas é possível fazer pequenas aplicações e, quando se tem controle do próprio dinheiro, esse processo fica ainda mais fácil. Na hora de começar a poupar, é comum ter medo da qualidade de vida diminuir, porém, existem opções de lazer menos caras, ou até mesmo, gratuitas, não obrigando ninguém a deixar de sair de casa para se divertir.
 
O primeiro passo para economizar dinheiro é saber o que se gasta e, para isso, é preciso anotar todas as movimentações financeiras, sejam elas as fontes de renda, as entradas, ou saídas, como aluguel, alimentação ou uma ida ao cinema, por exemplo. Para Sandro Prado, mestre em Administração e professor do UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau Recife, campus Graças, outras recomendações comuns, como diminuir despesas e evitar os juros do cartão, também são úteis, mas a forma como realizamos algumas atividades pode fazer uma grande diferença no bolso.
 
Um dos exemplos é na hora de fazer a feira. Sandro afirma que o planejamento alimentar também incide nos gastos. “Muitas pessoas subestimam o poder da lista de compras, mas, ao chegarmos ao mercado sabendo tudo o que queremos, podemos economizar tanto o nosso dinheiro, quanto o nosso tempo. Ter uma pequena horta em casa já nos evita de comprar algumas coisas, mas um conselho possivelmente surpreendente é o de não ir às compras com fome, pois o estômago pode enganar e acabar nos convencendo de que precisamos de itens desnecessários. E, para quem tem filhos em casa, é bom lembrar de evitar levá-los na hora das compras”, explica.
 
Há diversas opções gratuitas para ajudar na rotina. Quem gosta de exercícios físicos pode treinar nas academias públicas, ou até mesmo praticar em parques. Sandro também enfatiza a importância de mapear quais atividades pagamos para outras pessoas fazerem, quando, na verdade, é possível realizá-las por conta própria. “É importante termos cuidado com o delivery de comida, por exemplo. Na maioria das vezes, ao invés de pedirmos aquele sushi, fica mais barato comprarmos o material e prepararmos em casa. No meio dessas atividades, é possível desenvolver novos hobbies e, até mesmo, abrir um negócio”, conclui o professor.

Comentários