Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Confira cinco dicas para evitar incêndios em casa

Medidas preventivas podem impedir tragédias e salvar vidas
Por: Katarina Bandeira 06/06/2018 - 10:40
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Deixar velas acesas perto de cortinas, fazer as famosas “gambiarras” em partes elétricas da casa ou simplesmente pegar no sono logo após colocar algo no fogão são atitudes que podem desencadear incêndios domésticos. A melhor forma de impedir que um descuido vire um grande tragédia é através da prevenção. Pensando nisso separamos cinco dicas para você ficar de olho e proteger a si e ao seu lar, deixando que o amor seja o único fogo que arde sem se ver. Confira!

Inspecione a sua casa

É sempre importante checar como está a sua residência, para se prevenir de possíveis acidentes domésticos. Se você acaba de se mudar para um local, ou se já faz bastante tempo que não checa sua casa, contrate profissionais, ou peça para o Corpo de Bombeiros enviar alguém para inspecionar sua casa (é voluntário) para checar coisas como a fiação elétrica doméstica, encanamento à gás e o ar condicionado. É importante olhar se a casa possui locais que podem se tornar focos de incêndio e assim proteger-se.

Cuidados na cozinha

A cozinha é um local que pode e abriga diversos materiais inflamáveis em suas instalações. Por isso, tenha bastante cuidado na hora de organizar o local dos objetos. Mantenha materiais inflamáveis e produtos de limpeza longe de lugares que possam pegar fogo. Evite deixar seu fogão acumulando gordura, verifique sempre os exaustores do eletrodoméstico e, sempre fique na cozinha quando estiver usando o fogão. Caso você esteja muito cansado ou tenha consumido álcool e estiver com fome, coma algo já pronto, você pode cair no sono sem perceber.

Tenha materiais para apagar pequenos incêndios

Considere ter em casa um sistema que possa extinguir incêndios quando você estiver fora, como chuveiros automáticos (sprinkler), ativados por detectores de fumaça ou até mesmo extintores de incêndio instalados em áreas que podem ser consideradas de risco.

Apague essa chama

Evite acender velas perto de cortinas ou outros materiais inflamáveis, além de lembrar de apagá-las caso você vá dormir. Lâmpadas a óleo e outros iluminadores ou decoradores com chamas abertas também merecem cuidados redobrados. Deixe a chama coberta com uma gaiola de arame ou vidro para impedir que crianças e animais de estimação entrem em contacto com ela. Apagar o fogo sempre que for sair do cômodo, mesmo se por um minuto também ajuda você a ficar atento em caso de imprevistos e quedas.

Olho nos cabos elétricos

Esqueça as famosas gambiarras. Não tente fazer consertos na rede elétrica se você não está familiarizado com isso. Fios estragados ou descascados podem provocar curtos-circuitos e assim iniciar incêndios. Também não sobrecarregue réguas elétricas com a utilização de plugues T (chamados de benjamins), extensões, etc. Lembrando sempre de desligar os equipamentos depois do uso, de preferência, desconectando-os da tomada.

Evite o acúmulo de lixo perto da fiação elétrica, tenha um local ou objetos específico para impedir que cães ou gatos filhotes mastiguem os cabos elétricos, ou urinem em objetos elétricos iniciando um incêndio.

Em caso de incêndio, acione o Corpo de Bombeiros

Se mesmo após as dicas de prevenção você se encontrar em uma situação de incêndio, não tente pegar seu telefone ou outros objetos valiosos. Tente o mais rápido possível alertar seus familiares e sair de casa para ligar imediatamente para o Corpo de Bombeiros (193). Os profissionais saberão o que fazer, inclusive salvamentos, caso seja necessário.

 

Gostou das nossas dicas? Confira nossos cursos livres!

Comentários