Clicky

Selecione a cidade
0800 281 9999

Notícias › Educação


Concurso do INSS: professor dá dicas para quem vai fazer a prova

Ao todo, foram ofertadas mil vagas em todo o Brasil, sendo treze destinadas para o estado da Paraíba
Assessoria de Comunicação Por: 22/09/2022 - 16:51
Por Isabelle Vasconcelos
 
A autarquia do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou, neste mês, o edital com as informações para as provas do concurso que acontecerá no dia 27 de novembro, deste ano. Ao todo, foram ofertadas mil vagas em todo o Brasil, sendo treze destinadas para o estado da Paraíba. Apesar do curto período entre o anúncio da data da prova e a realização dela, muitas pessoas já estavam no aguardo e sabiam que, a qualquer momento, haveria o anúncio, outros estão se preparando a partir de agora. Pensando nisso, com estes dois cenários, o professor do curso de Direito do UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau João Pessoa, Cláudio Lameirão, oferece as principais dicas de estudo para esta reta final.   
 
“O primeiro passo, inicialmente, é a pessoa querer se submeter numa rotina de preparação de concursos públicos no Brasil. Em seguida, é preciso ter muito planejamento. Não tem como conquistarmos um cargo público sem organização e método. Precisa-se estabelecer metas. Por ser um concurso que acontecerá em um curto período, o ideal é criar uma rotina de estudos semanal, caso contrário a pessoa só vai estudar quando quiser e com os assuntos mais prazerosos para ela, quando na verdade deve ter uma linearidade e compreensão de todas as disciplinas, abordando os principais tópicos de cada uma delas”, aponta. 
 
O professor ainda ressalta que é necessário o candidato ter o material atualizado, não somente com as doutrinas dos conteúdos jurídicos, mas também com a legislação. De modo geral, é necessário praticar resolvendo questões de provas anteriores, além de comparar editais antigos com o atual. “Hoje em dia, quem pretende seguir no caminho do concurso público, não tem como otimizar o estudo se não inserir na preparação a resolução de questionários. Existem inúmeros sites que podem ajudar neste sentido, auxiliando com perguntas de concursos anteriores, no qual é possível escolher a banca, o conteúdo, os tipos de questionários, entre outras opções. Além disso, é recomendável o candidato fazer uma simulação, por exemplo: escolher um local, dia e horário para fazer a prova fictícia e seguir à risca todas as regras, para ter uma noção de performance e comportamento”, afirma. 
 
Cada edital tem um regramento diferente, mas, no geral, há um padrão de disciplinas que devem ser estudadas, tais como: previdenciário, constitucional, administrativo, raciocínio lógico, português e informática. É importante dar mais atenção às matérias com menos familiaridade, pois é preciso ter equilíbrio. “Tudo é possível, porém quem está começando a estudar agora, a dificuldade é maior, pois existem pessoas estudando há muito mais tempo. Por isso, os iniciantes devem ter uma carga horária de estudos bem maior. Resiliência, planejamento, persistência e confiança são fatores importantes. É importante ter foco, independente de qual estágio esteja”, conclui o professor, Cláudio Lameirão.

Comentários