Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Como montar um relatório?

Por: 20/03/2020 - 16:04 - Atualizado em: 20/03/2020 - 16:05
Pixabay

Escrito por: Ruan Reis

Muito conhecidos e praticados no meio universitário, os relatórios têm o objetivo de relatar alguma atividade ou pesquisa desenvolvida pelos estudantes. Esse aprofundamento implica apresentar resultados e fatos de forma clara e objetiva.

A Associação Nacional de Pós-Graduação (ANPG) esclarece que a redação do relatório deve contar com uma linguagem formal e técnica quando necessário. Para isso, a dica é para o estudante ser o mais claro possível.

O coordenador de extensão da UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau, Thiago Araújo, explica que “cada entidade ou departamento de uma instituição de ensino, pode ter um tipo específico para montar seus relatórios”. Ele acrescenta: “Entretanto, tudo depende do objetivo e da análise que a pessoa precisa fazer para avaliar o fenômeno que ela observou”, disse.

Com base nas dicas da Associação e do coordenador Thiago Araújo, listamos as partes essenciais que um relatório precisa ter. Veja a seguir: 

Como montar um relatório

Capa

A Associação esclarece que a capa de um relatório deve constar as seguintes informações:

  • Título do relatório
  • Nome da instituição
  • Departamento
  • Curso
  • Nome do autor ou da equipe envolvida

Introdução

“Na introdução, o objeto é relatar o que foi analisado. O que foi visto naquela experiência, como os pontos positivos e negativos. É nesta parte que o estudante irá apresentar resumidamente a atividade”, esclarece Thiago.

Exemplo:

O seguinte relatório de Estágio Supervisionado do curso de Gestão Escolar do Centro Universitário Maurício de Nassau, tem como objetivo esclarecer sobre a supervisão pedagógica nas escolas estaduais da cidade, onde foi realizada a pesquisa.

Para isso, a metodologia utilizada foi a aplicação de questionários nos centros de ensino, de modo a fazer a coleta de dados.

Desenvolvimento

É nesta parte que deve estar presente as pesquisas realizadas sobre a atividade e os dados obtidos durante ela. “O estudante pode acrescentar entrevistas, depoimentos, gráficos e tabelas que eventualmente colaborem para uma maior clareza do seu relatório. Vale ressaltar que um relatório não tem finalidade argumentativa, mas sim expositiva,” informa a ANPG.

Exemplo:

1. Objetivos

1.1. Objetivo geral

1.2. Objetivos específicos

2. Metodologia

2.1. Os entrevistados

2.2. Os questionários aplicados

2.3. Análise dos questionários

Conclusão/considerações Finais

“Geralmente um relatório não possui um objetivo final como é o caso de monografias de pesquisa,” pontua a ANPG. “A ideia principal deste gênero textual é relatar algo, e desta forma, na conclusão basta que o autor faça um fechamento das principais ideias que foram abordadas e desenvolvidas”, conclui.

Exemplo:

Por meio do estágio supervisionado realizado nas escolas estaduais da cidade do Recife (PE) foi possível conhecer melhor a realidade desses centros de ensino, bem como entender os desafios enfrentados pelos profissionais da gestão escolar.

Bibliografia

“A bibliografia deve ficar em uma folha exclusiva. Além disso, deve conter tudo o que foi consultado durante a escrita do relatório e todo o suporte teórico usado pelo autor. Tudo baseado nas normas da ABNT”, explica a ANPG.

Exemplo:

ADES, L.; KERBAUY, R. R. Análise sobre o Comportamento de Compra: 5. ed. São Paulo: Editora USP, 2002.

Comentários