Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Resposabilidade Social


Circo Social UNINASSAU retomará atividades com mais integrantes

Voltado para adolescentes e jovens com Síndrome de Down, o Projeto ampliou o número de vagas e terá reestreia nesta quarta-feira (21)
Assessoria de Comunicação Por: Ariana Catunda 20/03/2018 - 12:22
Imagem mostra participantes do Projeto Circo Social
Desde 2014, esta é a quinta turma que se forma para o Circo Social UNINASSAU
Na data em que é celebrado o Dia Internacional da Síndrome de Down, 21 de março, o Projeto Circo Social trará uma novidade para o seu retorno. Este semestre, as oficinas contarão com novos alunos e passarão a ter um total de 25 participantes, ou seja, ampliando dez vagas na ação. A reestreia das atividades acontecerá nesta quarta-feira (21), das 8h às 12h, durante a Semana de Integração da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, no Ginásio de Esportes da Instituição.
 
As oficinas do Circo Social ocorrem duas vezes na semana, nas quartas e sextas-feiras, das 14h às 17h, agora em um novo local: no Edifício Garagem, endereçado na Rua Betânia, nº 408, em uma lona montada na área externa. “A mudança do espaço permitirá maior visibilidade da ação, uma vez que o lugar é próximo de grande parte dos blocos pertencentes à UNINASSAU”, detalha o coordenador de Responsabilidade Social da Instituição, Sérgio Murilo Junior. 
 
As atividades são desenvolvidas pelo coordenador artístico Bóris Trindade Junior, que trabalha técnicas circenses de acrobacias no solo, equilíbrio no arame e malabares com bolinhas, claves, aro, swing, diabolô, double stick e trapézio fixo.  Além de tudo isso, os alunos também têm aulas de balé clássico, que se caracteriza como um importante instrumento de suporte e preparo do corpo para o desenvolvimento dos outros exercícios. Com este retorno, também são retomados os ensaios para o espetáculo “Amor de Palhaço, coração em pedaços”, que é formado por 8 participantes das turmas anteriores.
 
Os integrantes com Síndrome de Down que participam das oficinas são, em sua maioria, adolescentes e jovens de até 21 anos. De acordo com Sérgio, o projeto não tem como objetivo formar artistas, mas, sim, cidadãos inseridos socialmente através da arte circense. “Oferecemos uma metodologia participativa, lúdica e criativa, baseada no grupo e na comunicação. Tudo isso estimula a capacidade de resolução de problemas, coordenação motora e consciência corporal, além de trabalhar a agilidade, percepção, confiança e envolvimento”, explica.
 
Desde 2014, esta é a quinta turma que se forma para o Circo Social UNINASSAU. As vagas são limitadas e, por isso, a iniciativa trabalha com uma lista de espera formada por pessoas interessadas em participar do projeto. Para saber outras informações a respeito de como se inscrever nas oficinas circenses é só entrar em contato por meio do telefone (81) 3412-6255.

Comentários