Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Resposabilidade Social


Bike Sem Barreiras passa a fazer parte da rota do PE Conduz

Projeto vai realizar café da manhã e, além dos passeios de bicicleta, promoverá jogos e gincanas para pessoas com deficiência
Por: Melissa Fernandes 27/01/2017 - 10:23
Três modelos de bicicleta adaptadas estão disponíveis no projeto
Três modelos de bicicleta adaptadas estão disponíveis no projeto
O bicicletário funciona de acordo com a programação da ciclofaixa
O bicicletário funciona de acordo com a programação da ciclofaixa

Acontece neste domingo (29), a partir das 9h, o primeiro café da manhã do Projeto Bike Sem Barreiras. Com a finalidade de realizar ações de interatividade entre grupos de pessoas com deficiência, esse encontro vai reunir usuários do PE Conduz e demais frequentadores do bicicletário para desempenhar atividades que promovam a saúde, o lazer e bem-estar.

A partir desta data, o Bike Sem Barreiras passa a fazer parte da rota do PE Conduz, projeto do Governo do Estado, desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, por meio da Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência – SEAD. Este programa oferece atendimento especial gratuito de busca domiciliar em pontos de embarque pré-determinado, que disponibiliza veículos adaptados para o transporte confortável e seguro das pessoas com baixa ou nenhuma mobilidade.

Inédito no Brasil e idealizado pelo Instituto Ser Educacional por meio da UNINASSAU- Centro Universitário Maurício de Nassau, com a parceria da Prefeitura do Recife e da Empetur (através da Secretaria Estadual de Turismo), o Bike Sem Barreiras promove lazer e integração social para pessoas com deficiência, uma vez que lhes permite participar de atividades simples que até então se encontravam fora do seu cotidiano.

As bicicletas são voltadas para pessoas com deficiência visual, física, mental ou múltipla e estão classificados como HandBike, Bike Dupla e The Duet, esta última é mais especial de todas, já que trata-se uma bicicleta pode que carregar uma pessoa tetraplégica ou com deficiência múltipla, com até 120 quilos. The Duet (O Dueto) é o nome perfeito, pois uma pessoa com deficiência sempre tem alguém que o apoia e está constantemente ao seu lado. Este é um produto importado e que custa mais de cinco mil dólares.

Na ocasião, três vans do PE Conduz levarão o grupo para andar nas bikes adaptadas. Após o café da manhã, além dos passeios de bicicleta, uma equipe de estudantes dos cursos de Fisioterapia e de Enfermagem da UNINASSAU, estará presente  no local para desenvolver jogos e gincanas e ainda realizar aferição de pressão e alongamento com os participante. 

“O Bike Sem Barreiras tem como objetivo promover qualidade de vida e mobilidade para pessoa com deficiência através da inclusão. Queremos trazer para essa parte da população a vontade de se engajar em uma atividade de lazer, que no caso do nosso projeto, é andar de bicicleta. Um ato simples para a maioria das pessoas, mas inviável para o público em questão, até a implantação do Bike Sem Barreias. Através do Grupo Ser Educacional e do Instituto HandsFree, este projeto será ampliado para outros estados ”,  explica Sérgio Murilo, coordenador do Instituto Ser Educacional.

Em funcionamento desde o dia 18 de dezembro, o bicicletário funciona de acordo com a programação da ciclofaixa – domingos e feriado, das 9h às 16h, e está localizado na Praça Edgar Amorim, na Jaqueira - ao lado do restaurante Tokiomaki, na Av. Rui Barbosa. O café da manhã do Bike sem Barreias acontecerá todo último domingo de cada mês. 

Comentários